Chefe Cozinheiro do Ano 2014

Chefe Cozinheiro do Ano 2014

Bacalhau da Noruega volta a ser ingrediente oficial do “Chefe Cozinheiro do Ano”

Reconhecido pelos melhores profissionais da gastronomia portuguesa como o melhor ingrediente para usar em desafios culinários mais exigentes, este ano o Bacalhau da Noruega voltará a ser o ingrediente principal do prato de peixe da competição Chefe Cozinheiro do Ano, dando assim continuidade ao apoio iniciado pela Norge em 2013.

Na 24ª edição deste concurso, o título de Chefe Cozinheiro do Ano foi ganho por André Silva, Sub-Chef da Casa da Calçada Relais & Chateau,que tinha no seu menu um “Bacalhau Universal do Mestre João Ribeiro numa nova visão”, numa prova avaliada por um painel de chefs nacionais e internacionais de renome: Nuno Mendes, chefe de cozinha do restaurante londrino Viajante, José Avillez do restaurante Belcanto, Matteo Ferrantino do Vila Joya, Paulo Pinto do Hotel Real Vila Itália e capitão da Equipa Olímpica de Culinária Sénior e Helmut Ziebell, onde cada concorrente teve 6 horas para confeccionar um menu composto por entrada, prato de peixe, prato de carne e sobremesa.

Para Christian Bue Nordhal, representante da Norge em Portugal, foi fantástico rever o vencedor da Revolta do Bacalhau de 2010, três anos depois, agora como vencedor do Concurso Chefe Cozinheiro do Ano. Principalmente porque o ano de 2013 foi especial, o primeiro em que o Bacalhau da Noruega fez parte do menu.

As inscrições para a 25ª edição decorreram até ao passado dia 3 de Março e depois de realizadas as etapas regionais (Lamego, Estoril e Faro) de apuramento dos finalistas, foram seleccionados oito participantes que marcarão presença na final agendada para Novembro em Lisboa.

Mais uma vez a Norge e o Bacalhau da Noruega serão um dos patrocinadores principais do evento, ao lado da Makro e da Mistolin, que em conjunto com as edições do Gosto pretendem voltar a desafiar os chefes a renovar receitas com Bacalhau da Noruega, num concurso que já premiou alguns nomes bem conhecidos da nossa praça como Herique Sá Pessoa, Luís Américo ou Fausto Airoldi, o primeiro Chefe Cozinheiro do Ano em Portugal.